Cinerama Imóveis

Cinerama Imóveis

Caixa reduz juros do crédito imobiliário com recursos da poupança

Notícia

Imagem da notícia
31-12-1969

Caixa reduz juros do crédito imobiliário com recursos da poupança

Além da redução nas taxas, o banco anunciou aumento do limite da cota de financiamento de imóveis usados, de 70% para 80%

 

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta sexta-feira a redução da taxa de juros das linhas de crédito habitacional financiadas com recursos da poupança. No caso dos financiamentos pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH), a taxa mínima passa de 9% para 8,75% ao ano. Para imóveis financiados pelo Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), a taxa mínima cai de 10% para 9,5% ao ano.

 

A medida ocorre depois de outros bancos cortarem os juros de seus financiamentos habitacionais – caso do Santander e do Itaú. Com essa estratégia, a Caixa tenta recuperar o posto de instituição com o menor juro de financiamento imobiliário do mercado. Em maio, o Itaú reduziu sua taxa mínima para 8.8% ao ano. O Santander já oferecia um juro de 8,9% desde abril.

 

Podem ser financiados pelo STF imóveis residenciais de até 950.000 reais localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal. Para as demais localidades, o financiamento está limitado a imóveis de até 800.000 reais.

 

A Caixa também anunciou ampliação de 70% para 80% da cota de financiamento de imóveis usados. Com isso, o interessado na compra de um imóvel precisa dar uma entrada menor na hora de comprar a casa. As mudanças entram em vigor nesta sexta-feira 24.

 

O orçamento da Caixa para financiamento habitacional é de 82,1 bilhões de reais em 2018. O banco ainda é líder na concessão de crédito habitacional, com 69,3% das operações.

 

Caixa reduz juros do crédito habitacional

 

Medidas valem a partir de 24/08

Linha de crédito

Antes

Nova

SFH

de 9% a 10,50% ao ano

de 8,75% a 10,25% ao ano

SFI

de 10% a 11,50% ao ano

de 9,50% a 11% ao ano

 

Fonte: Caixa Econômica Federal

 

 

Redução anterior

Em abril, a Caixa já havia reduzido em até 1,25 ponto porcentual as taxas de juros do crédito imobiliário para operações com recursos da poupança e aumentado o limite de cota para financiamento de 50% para 70%.

 

Além disso, o banco retomou o financiamento de operações de interveniente quitante (imóveis com produção financiada por outros bancos) com cota de até 70%. Já em julho o banco reduziu em média de 1 a 2 pontos porcentuais ao ano as taxas do crédito imobiliário para pessoa jurídica.

 

Fonte: https://veja.abril.com.br/economia

VOLTAR PARA PORTAL NOTÍCIAS

Site desenvolvido por