Carregando...

Cores exercem influência na energia da casa

Cores exercem influência na energia da casa

A escolha das cores que pintam as paredes da casa é uma atividade que deve ser muito bem planejada. Isso porque elas exercem bastante influência na energia do lar, assim como têm o poder de fazer um ambiente parecer maior do que é.

 Alterar a cor da parede ajuda a mudar a decoração de uma maneira sem tanto custo, de acordo com a arquiteta Adriana Victorelli, do escritório Neo Arq. “É só repintar a casa que ela ganha um outro astral”, afirma a profissional.

Cada ambiente deve receber a tonalidade adequada para que a função do local não seja prejudicada. O quarto, por exemplo, precisa de cores relaxantes. Já o escritório ganha mais prazer ao ser habitado quando há tons que estimulam a criatividade.

Dormitório - “O que torna o sono agitado são as tonalidades quentes”, alerta a arquiteta. Portanto, o ideal é evitar cores como o vermelho e laranja na parede. Tais tons ativam o raciocínio e podem influenciar negativamente o momento de dormir.

“Lilás e tons azuis e pastéis ficam liberados pelo fato de transmitir uma sensação de calma. Essas cores são relaxantes”, acredita a especialista.

Ao contrário do que muitos imaginam, uma parede pintada de tinta preta não é uma má ideia. “Esta cor e o cinza deixam o quarto mais escuro, o que favorece o sono”, diz Adriana. A dica da arquiteta é colocar uma cabeceira mais colorida no dormitório e usar um tom mais escuro em uma das paredes.

Sala de estar – “Além de ter funcionalidade, as cores precisam ter a identidade do morador”, lembra a profissional. Para isso, é preciso escolher uma cor para pintar o ambiente de acordo com a personalidade de quem habita a casa.

“O proprietário pode eleger uma parede e aplicar um tom mais fechado, mais escuro, enquanto usa uma cor base para as outras laterais”, aponta Adriana. A estratégia, segundo a especialista, é oferecer a sensação de profundidade.

A profissional lembra que, quanto mais trabalhar a cor em uma só parede, mais destaque ela ganha. Aqueles que querem o efeito de largura para a sala, a dica da arquiteta é pintar as duas laterais mais escuras e deixar o fundo branco.

Aplicar cores diferentes nas paredes e no teto (sendo elas beges e outro branco, por exemplo) ajuda o ambiente a obter um pé-direito visual. “Utilizando esta tática, a impressão que se tem é que o local está ‘alongado’”, diz a profissional.

Cozinha - Se a intenção é manter os convidados famintos, com vontade de saborear suas receitas ao entrar na cozinha, utilizar tons quentes neste ambiente é o mais indicado. “Eles têm o poder de aumentar o apetite”, afirma Adriana.

Escritório – Quem trabalha no sistema Home Office, dentro de casa, precisa se concentrar. No entanto, o ambiente também requer uma cor que estimule a criatividade, como o laranja. “Tons muito escuros atrapalham a claridade, a visualização das coisas. Desta maneira, a sugestão é utilizar tonalidades mais claras”, recomenda a especialista.

O amarelo é uma cor boa para trazer claridade para o local. “Se o ambiente recebe pouca luz, a tinta vai beneficiar a iluminação que entra”, diz a arquiteta.

Fonte: http://www.zap.com.br/

Veja mais