Carregando...

Tipos de Garantia

  • Fiador convencional
A figura do fiador nada mais é do que a garantia para o locador no que diz respeito às despesas de aluguel, condomínio e IPTU. Para ser fiador, é necessário que a pessoa possua pelo menos um imóvel, devidamente quitado.
Pode ser fiador todos os maiores de 18 anos desde que estejam no livre gozo de seus bens. O cônjuge deverá ter a autorização uxória, ou seja, do seu parceiro, seja qual for o regime de bens do casamento. Na ausência desta vênia conjugal o ato de fiança pode ser desconsiderado pelo judiciário. Vale ressaltar que, no caso de avarias no imóvel, o locatário poderá acionar o fiador, que deverá assumir eventual débito.

  • Seguro-fiança
É uma modalidade de garantia de aluguel atualmente praticada apenas pela Porto Seguro, que substitui o fiador tradicional.
O custo anual dessa contratação pode chegar ao valor equivalente a 1 mês e meio de aluguel, dependendo das coberturas contratadas.
Para maiores informações consulte: www.portoseguro.com.br

  • Caução

Modalidade em que a garantia é dada com um bem imóvel. A caução será representada por imóvel sobre o qual não pese ônus ou alienação e deverá ser averbada na matrícula do imóvel no Cartório de Registro de Imóveis competente.

  • Título de Capitalização

 Neste caso, o inquilino deposita o número de alugueres estipulado pela Imobilliária num título de capitalização que ao final da locação é resgatado integralmente, além de atualizado pela TR. Esta modalidade oferece a vantagem de não implicar em custo com o seguro-fiança, mas só é possível para o Locatário que tem reserva equivalente ao valor exigido para o depósito.